Blog do Cobredireto

A consolidação do mercado para sites de compras coletivas




As carteiras e contas bancárias dos consumidores têm agradecido com o crescimento da quantidade de sites de compras coletivas no Brasil. Mensalmente são centenas de novos sites, novos métodos de atuação, cidades no interior que ninguém acreditava que poderia suportar a demanda de um site como estes, enfim, o mercado está atiçado e os consumidores sedentos por mais e mais descontos.

No entanto, como em todo e qualquer mercado, haverá um momento em que a consolidação se fará necessária, juntando concorrentes de cidades que não suportam tanta demanda de ofertas. Há casos de cidades no interior brasileiro que já estão visualizando a junção de concorrentes em torno de um só portal.

Cidades grandes como São Paulo e Rio de Janeiro já possuem centenas de sites diferentes com ofertas mais diversificadas ainda. Na capital paulista, por exemplo, o GroupOn já dividiu as ofertas da cidade por microrregiões, separando-as por zonas (leste, oeste, norte, sul e premium). Este tipo de segmentação é interessante, pois permite a cobrança de taxas diferenciadas para anúncios em polos mais movimentados.

A consolidação também se faz necessária para as empresas menores que atuam neste setor. Muitas vezes com uma base de e-mails, “likers” e seguidores menor, a junção poderá trazer escala para poderem brigar com os grandes de igual para igual. Como na maioria das situações a taxa cobrada chega a oscilar em apenas 10~15% entre os sites maiores e os de menor peso, muitas vezes os anunciantes acabam preferindo anunciar nos mais movimentados.

Portanto, não se assuste se nos próximos meses novas notícias serem divulgadas sobre fusões, aquisições e vendas de sites de compras coletivas. Não se trata de um esfriamento do mercado, mas sim a ebulição do aquecimento que é constante e muito forte.

Tags:, , , , , ,