Blog do Cobredireto

A sua loja também pode ser acessada por deficientes visuais




Acessibilidade: A sua loja também pode ser acessada por deficientes visuais – Blog CobreDiretoTabus têm sido quebrados com o passar dos tempos. Novas tecnologias são criadas diariamente para permitir uma maior integração ou acessibilidade por parte de seu público-alvo. É sabido que, no século XXI, a internet é uma realidade que já está disponível para todos, todos!

O crescimento do uso da internet nos últimos anos tem proporcionado também uma maior presença de deficientes visuais no mundo virtual. Através de softwares que leem para o usuário as informações contidas em pontos específicos da página, os usuários com deficiência visual não perdem em capacidade de utilização ou efetividade de performance quando comparados a outros navegantes. Por isso, é imprescindível que a sua loja virtual esteja preparada para receber visitas de todos os perfis de usuários, afinal, todos são consumidores em potencial de seus produtos.

A sua loja está preparada para esta demanda?

Com três rápidas dicas é possível verificar se a sua loja virtual está preparada – ou então iniciar o processo de modificação – para visitas de softwares específicos para deficientes visuais:

A sua loja virtual utiliza Flash? Se a resposta for positiva, é bem possível que os deficientes visuais não consigam navegar com sucesso na sua loja ou site. A linguagem de programação flash pode ter um apelo visual bom, porém dificulta a navegação dos deficientes visuais e dos robôs de busca em seu site. Ambos os softwares precisam de conteúdo em texto dentro dos códigos das páginas para se localizarem, atributo que normalmente não está disponível no Flash;

Verifique os códigos do seu site: Mesmo não utilizando o Flash, é possível que o software de leitura não se localize corretamente na sua página, como na leitura de links ou imagens. Para driblar este problema, adicione – ou solicite à empresa que administra o seu site para adicionar – os seguintes atributos no código-fonte do site: Nas tags <a>, adicionar o atributo title=””, explicando em seu conteúdo para onde aquele link levará o visitante; Nas tags <img>, adicionar o atributo alt=””, inserindo o que pode ser visto na imagem através de textos;

Esteja preparado(a) para atender a demanda: Pense nas descrições dos produtos da sua loja virtual, perceba se o texto por você preparado é de fácil entendimento e passa uma boa impressão de suas características, inclusive para quem não pode vê-lo com os olhos. É comum visualizar produtos em lojas virtuais que sequer possuem descrições.

Pense que, fazendo o bem, você pode ter uma retribuição. Neste caso, além da satisfação de ter uma loja virtual totalmente acessível, você poderá contar com novas compras de clientes até então não atendidos e também poderá se beneficiar dos sites de buscas, afinal é praticamente igual a logística de códigos utilizada pelos softwares de leitura para deficientes visuais e dos robôs de busca. Portanto, pense diferente!

Tags:, , , , , ,