Blog do Cobredireto

As compras coletivas e as reclamações – Parte 2




Em nosso artigo anterior, falamos sobre os principais problemas que acometem os anunciantes e criadores de sites de compras coletivas, que muitas vezes se veem obrigados a estornar os valores dos cupons solicitados por seus clientes que não se satisfizeram com as condições apresentadas por seus anunciantes pelo resgate dos serviços.

Agora, mostraremos como driblar as principais dificuldades para se anunciar neste meio tão efetivo de divulgação e deixar o seu negócio bem movimentado. Vamos lá:

Atente-se às finanças

Como um site de compras coletivas não requer um investimento imediato específico para a sua divulgação, condiciona apenas o pagamento de uma comissão pelas vendas atingidas (algo em torno de 30% a 50% do valor comercializado), faz como que muitos empresários pensem que é um meio praticamente gratuito de divulgação, mas não é bem assim que a situação funciona.

Como os descontos são na casa dos 50% (adicionados às comissões dos sites de compras coletivas), além de contabilizar os prejuízos com a margem de lucro, é necessário assumir as despesas oriundas de todos os seus novos clientes. Atender bem a um cliente que veio de um site de compras coletivas é, não apenas garantir que ele terá o seu serviço prestado a rigor, como também, que você possa resgatar o seu lucro em outras visitas deste mesmo cliente.

O lucro de um anunciante de compras coletivas vem através da recorrência de consumo dos clientes vindos deste.

Você consegue suportar a demanda?

Seja um serviço prestado ou venda de um produto (como uma refeição específica), atente-se à capacidade de seu estabelecimento de atender à demanda que virá das compras coletivas. Se o seu estabelecimento é pequeno, procure anunciar em sites menores, com menor repercussão e capacidade de anúncio. Com isso, você garantirá o primeiro passo nas compras coletivas de forma efetiva e funcional, além de garantir para os seus novos clientes que você estará preparado para atendê-los.

Se, ao contrário, você não seguir essa recomendação e anunciar em um dos grandes um bom produto por um preço baixo, poderá fazer com que o seu estabelecimento não suporte a demanda e fará com que seus novos clientes tenham uma péssima impressão de seus produtos ou serviços.

Converse com os responsáveis pelo site de compras coletivas e equacione a demanda pelo espaço ou o número de serviços que você deseja prestar para este novo fluxo de entrada. Com isso será possível calcular exatamente o valor de investimento por cada novo cliente e o quanto será necessário que cada um consuma posteriormente para reaver o investimento inicial.

Muitos sites de compras coletivas já fornecem a possibilidade de você delimitar um valor de cupons disponíveis para os seus anúncios, com isso você poderá saber exatamente qual o número máximo de clientes que virão até o seu estabelecimento.

Foque na fidelização

Ao contrário de uma campanha de marketing, em que se investe e espera-se pela chegada dos clientes que consumirão seus serviços ou produtos com a sua margem de lucro embutido nas compras coletivas, a fidelização dos clientes é fundamental para garantir que você não terá prejuízo.

Em muitos casos este tipo de conceito de fidelização se assemelha a um “trabalho de formiga”, em que é necessário preencher todas as necessidades dos clientes como se fossem pagantes integrais de seus serviços, para mostrar que poderá compensar a eles pagar posteriormente pelo mesmo serviço que fora prestado inicialmente com maestria.

Enfim, não há segredo

A questão é o foco e o planejamento, com estes dois já é possível saborear o crescimento dos seus negócios através dos sites de compras coletivas. Basta sentar, organizar a ideia e colocar as mãos-na-massa, sempre se precavendo contra eventuais problemas.

Esperamos que, com estas nossas dicas, não apenas os seus clientes saboreiem excelentes pratos em seu estabelecimento, como também você possa saborear o crescimento da sua marca no mundo digital.

Tags:, , , , , ,