Blog do Cobredireto

Comércio eletrônico cresceu 170% no Brasil entre 2007 e 2009




Segundo uma pesquisa encomendada pela Visa, o e-commerce brasileiro cresceu 170% entre 2007 e 2009 no Brasil, atingindo R$ 13,23 bilhões somente em 2009. Na América Latina e Caribe, o crescimento registrado foi de 39,2% no mesmo período, atingindo R$ 21,8 bilhões. Diversos fatores contribuíram para esse crescimento regional do comércio eletrônico brasileiro. Os principais foram as mudanças no comportamento dos consumidores, percepções e demanda; aumento no número de computadores, maior penetração da banda larga e melhorias da segurança online; expansão das indústrias-chave tais como viagens e turismo, além do aumento da aceitação dos grandes varejistas, especialmente no Brasil. A estimativa é que até o final de 2011, a região terá um aumento de 58% nas vendas online, atingindo um total de R$ 34,5 bilhões.

Entre 2007 e 2009, os gastos online aumentaram 106% em toda região. O Brasil foi o maior condutor desse crescimento, seguido pelo México, que registrou 91%, Argentina com 56% e Chile com 49%. O Brasil lidera o mercado latinoamericano, com 61% das vendas, seguido pelo México e pelo Chile.
O estudo da Visa indica que o canal ainda tem muito a amadurecer na região, pois ainda representa apenas 0,52% do PIB da América Latina e Caribe. Os mercados mais maduros, segundo este critério são o Brasil e o Chile.
Os principais fatores importantes para o mercado:

- Aumento da penetração de computadores e banda larga – No que se refere à tecnologia, mais acesso à Internet e a maior penetração da banda larga contribuíram com o crescimento deste canal. Conexões mais rápidas facilitam as compras online e tornam mais fácil e conveniente de adquirir bens e serviços.

- Pagamentos com cartão oferecem mais segurança online – A percepção dos consumidores sobre a segurança e a confiabilidade associada ao processamento de transações online feitas com cartões melhorou muito ao longo dos anos, abrindo caminho para mais consumidores se motivarem a fazer compras online.

- Aumento de grandes varejistas – Quanto mais as empresas reconhecem que o comércio eletrônico representa uma grande oportunidade para os seus negócios, mais elas têm modificado e implementado novos e avançados modelos de negócios online adaptados às necessidades específicas dos consumidores.

Tags:,