Blog do Cobredireto

Mitos sobre o e-commerce




O e-commerce sempre foi terreno para disseminação de mitos. Saiba que isso não existe:

1. Dá para fazer tudo de graça na internet – Sim, existem plataformas gratuitas para e-commerce. Mas é preciso personalizar, integrar com sistemas de gestão, com o seu gateway, sistemas de pagamento, emissão de notas… Fuja de lojas gratuitas ou baratas. Elas são limitadas e podem não atender a seu projeto. E saiba: um e-commerce bem instalado custa a mesma coisa que um ponto comercial. Os ganhos são outros e acontecem depois que você começar a operar na internet.

2. Vale usar qualquer foto – Não, não, não! Toda imagem foi produzida por um profissional. Está sujeita às leis de direito autoral e deve ser remunerada decentemente. Mais que isso: as fotos são o seu principal argumento de venda. Já é suficientemente difícil levar visitantes ao e-commerce. Encante os olhos de seu visitante. Copiar imagens é crime! E os processos atingem valores consideráveis. Portanto, contrate uma empresa especializada em produção de imagens.

3. Loja virtual não dá trabalho – No e-commerce você não tem hora de funcionamento. Está no ar 24 horas todos os dias da semana. Contatos precisam ser respondidos, a loja tem que estar sempre em movimentação, com novidades e outras ofertas em sua página inicial. Ter páginas sem produtos, então, é crime. Tudo online quer dizer respostas rápidas, envios perfeitos, logística bem cuidada. É muito trabalho. Prepare-se.

4. Não é preciso ter estoque – Trabalhar com estoque de terceiros é coisa de e-commerce de grande varejo e de administração profissional. Quando o cliente compra no e-commerce, ele tem pressa em receber. Não ter prazo de entrega significa perder a venda. Não cumpri-lo significa infringir o Código de Defesa do Consumidor.

5. O frete importa, sim – No Brasil, um dos principais fatores de abandono do carrinho de compra é o valor do frete. Há diversas formas de entrega e negociação vai fazer muita diferença. O internauta sabe qual é o frete justo pelo prazo e preço. Repasse isso ao seu cliente e ofereça gratuidade para compras acima de determinado valor.

Via: E-Commerce Girl

Tags:,