Blog do Cobredireto

Plataformas para E-commerce: Review sobre o Magento




Muitos já conhecem, outros têm receio por achar muito complicado, alguns não gostam, mas a grande maioria dos desenvolvedores web respeitam o Magento como uma das melhores soluções gratuitas (com versões pagas…) para a criação e manutenção do seu e-commerce.

Dividimos este artigo em 3 rápidas visões sobre a plataforma que poderão te ajudar a ter uma visão mais ampla sobre a ferramenta e, quem sabe possamos te incentivar a usá-la!

Desenvolvimento ágil

O Magento possui uma peculiaridade: Ele foi desenvolvido com base no framework Zend e, por isso, possui um peso não muito aceitável por todas as empresas de hospedagem. Não se assuste se algumas delas fecharem as portas para você ou cobrarem taxas pelo uso do Magento em seus servidores.

Voltando ao assunto, por ter sido desenvolvido com base no Zend, o Magento possui uma metodologia de desenvolvimento ágil, que trabalha principalmente com XML gerando páginas dinâmicas em pHTML. Todos os seus comandos são baseados em XML e, por isso, se você irá desenvolver algo utilizando este CMS é altamente recomendado que você conheça o básico da linguagem.

Através de uma metodologia que não necessita da “reinvenção da roda”, o Magento utiliza-se de uma plataforma robusta, bem estruturada, que possibilita qualquer tipo de customização de forma rápida e completa.

A personalização

Um dos destaques da plataforma do Magento é que ela trabalha com a lógica de “Sites” e “Lojas”, ou seja, em um mesmo “site” você pode ter lojas diferentes, compartilhando o mesmo sistema cadastral, mas com designs e públicos totalmente diferentes.

Suponhamos que uma empresa possua duas categorias principais de produtos, uma voltada para o público feminino e outra para o público masculino. Ela deseja, para não “reinventar a roda”, compartilhar o mesmo sistema cadastral e sistema de cobrança, porém necessita de layouts diferentes para os perfis.

Em um e-commerce comum, normalmente se manteria o sistema cadastral em paralelo e far-se-iam duas frontends (capas) para os consumidores, certo? Mas… Não no Magento! No Magento facilmente você consegue administrar layouts diferentes através da mesma plataforma. O ponto chave é que o Magento interpreta simultaneamente mais de um template e, por isso, permite que clientes, simultaneamente visitem layouts totalmente distintos.

A robustez da plataforma pode ser observada não apenas na criação de diferentes “lojas” dentro de um mesmo sistema, mas também a possibilidade de criar layouts diferentes para categorias. Neste caso, suponhamos que uma loja de peças de vestuário infantil queira diversificar e fazer diferentes layouts para as categorias: Bebê, Criança, Pré-Adolescente e Adolescente. Com o Magento é possível ao clicar em determinada categoria o layout correspondente é carregado, mantendo o mesmo sistema cadastral e a mesma base codificadora.

Mais que uma comunidade, uma fraternidade

As equipes que vivem nos fóruns da comunidade online do Magento contribuem ativamente com melhorias para a plataforma e a usabilidade do sistema como um todo. A cada dia são criados novos plug-ins e o Magento possui no Brasil um de seus maiores públicos dentre todo o globo.

Ao contrário de algumas comunidades específicas, a turma que lida com o Magento tem uma alta capacidade de contribuição e é muito fácil encontrar conteúdo de qualidade na web que remeta a um desenvolvimento de qualidade utilizando-se do Magento.

Onde encontrar?

Você pode baixar o Magento e participar da comunidade através do website: http://www.magentocommerce.com. Lembre-se que o CobreDireto já possui um plugin pronto, testado e aprovado para que você tenha através do nosso gateway de pagamentos os meios de cobrança mais utilizados da web!

Tags:, , , , , ,