Blog do Cobredireto

SEO: Entenda um pouco mais sobre a otimização da sua loja virtual




Aqueles sites bem posicionados no Google nos causam inveja, não é mesmo? Vê-los tão bem posicionados enquanto muitos dos nossos sites não passam da página número 40, 50. Será que há algum segredo, alguma forma de se posicionar bem nos resultados sem ser necessário pagar fortunas em links patrocinados?

Este é o assunto que abordaremos hoje no Blog do CobreDireto. Será possível se posicionar bem nos resultados dos buscadores sem fazer altos investimentos, apenas alterando alguns atributos da minha loja virtual?

Sim, é possível!

Para começar e para quebrar qualquer possível paradigma, sim, é possível! Não há segredo, os sites de busca fazem visitas constantes aos websites na internet e são os códigos contidos nestes sites que definirão onde, quando e como eles devem ser indexados, ou seja, como devem aparecer nos resultados de busca. Além de estruturar o seu website, alguns códigos servem para guiar os robôs de busca, os softwares automáticos que navegam pela internet através de novas páginas.

Assim como as pessoas, os robôs precisam saber para onde um determinado link o levará e, como ele não possui inteligência artificial para discernimento – apenas executa o que já lhe foi programado – é necessário guia-lo. Por isso, confira algumas dicas que o CobreDireto separou para você valorizar e otimizar ainda mais o seu site para os buscadores. Hoje, abordaremos o cabeçalho do seu website:

    Cabeçalho: Atributos e Considerações

    Título da página: O título da página que é representado pelo atributo TITLE é um dos mais importantes para os buscadores. O seu peso é considerado como um dos maiores na indexação dos resultados. Dica para o Google: Não coloque mais do que 70 caracteres, afinal um número maior do que isso não aparecerá no resultado da pesquisa; Por exemplo: <title>SEO, Otimização de Sites, Buscadores – Meu Website de SEO</title>

    Descrição: Sabe aquele texto que aparece abaixo do título nos resultados de pesquisas? Ele é definido pela sua página e não pelo buscador – há exceções – por isso insira um texto bem formatado que chame a atenção do público. Não ultrapasse os 180 caracteres, afinal não aparecerá nos resultados. Este atributo é conhecido por DESCRIPTION; Por exemplo: <meta name=”description” content=”Descrição do seu website com até 180 caracteres.” />

    Informação sobre atualizações: Há um atributo chamado REVISIT-AFTER que deve ser seguido da quantidade em dias que robô de buscas deverá voltar ao seu website. Note que este tempo de retorno deve ser considerado para uma atualização de conteúdo, ou seja, não adianta programar a revisita do robô para o próximo dia se não houve nenhuma modificação de conteúdo na página; <meta name=”revisit-after” content=”3 days” />

    Comandos para robôs: É possível adicionar um atributo para comandar a visita dos robôs em seu site, ou seja, pode-se definir se os robôs poderão visitar links do seu site a fim de encontrar novas páginas, se todos os robôs de busca estarão liberados para visita-lo, etc. O atributo que dá o comando de liberdade de acesso a todas as páginas para os robôs é o ROBOTS, seguido do comando INDEX,FOLLOW. Por exemplo: <meta name=”robots” content=”index,follow” />

    Lembre-se de que nos campos TITLE e DESCRIPTION é importante colocar palavras-chave que façam referência ao conteúdo que o robô de busca encontrará no site, caso contrário ele não o deixará melhor posicionado nos resultados. O conteúdo e a relevância deste conteúdo são fundamentais para uma boa indexação.

    Tags:, , , , , ,